cérbero num pote

de uma conversa, aí:

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

MUNDIAL DE BANCO IMOBILIÁRIO!!!

caralho, entrei!

e acabei de ter outra idéia staggering ground shaking superb:

TRÊS TABULEIROS DE WAR COLADOS JUNTOS.

ganha quem conquistar os três mundos paralelos. vladivostok já não liga mais com o alaska da esquerda, mas com o alaska DO OUTRO TABULEIRO, o BIZARRO ALASKA. Austrália pode conectar-se com chile.

e pode usar bomba atômica, simbolizada por um chiclé mascado, que é grudado no país alvo, inutilizando-o por um bom tempo. ninguém ocupa aquele país, daí. e a gente pode fazer um mercado de trocas no qual as cartas são trocadas por recursos, não por mais exercitos (bom meio de implementar a bomba atômica e os terroristas suicidas). além disso, pode se fazer uma regra alternativa à disputa com dados. se ambas as potências concordarem, gritando “licença pra disputa física”, a batalha é resolvida não nos dados, mas numa luta de submissão na qual perde o primeiro que encostar os joelhos no chão, perdendo assim TODOS os exercitos do território alvo.

além disso, podemos fazer um mercado negro de armas, no qual um participante pode vender suas bombas atomicas e terroristas suicidas para potencias menos desenvolvidas.

e podemos criar um ferrolho secreto, no qual o jogador que estiver encostado não pode ser atacado. mas o ferrolho secreto muda a cada rodada, então ninguém nunca sabe qual o ferrolho secreto, dando mais dinamica pro jogo. o ferrolho secreto terá um guardião, que, caso alguém ataque o sujeito que estiver, sem saber, encostado nele, anuncia com o grito FERROLHO SECRETO que naquela rodada o jogador ferrolhado não pode ser atacado. sim, a efetividade do ferrolho só é anunciada em caso de ataque ao jogador por ele protegido.

daí na próxima rodada o ferrolho muda de objeto, dando muito mais dinamica pro jogo. ah, o guardião do ferrolho secreto pode ser subornado, e também controla os PIRATAS, um bando de exércitos sem pátria nem objetivo que fica navegando à deriva, atacando, rodada sim, rodada não, alvos fáceis (porque toda guerra tem influências externas.)

que tal? war com 3 tabuleiros, piratas, bombas atomicas, ferrolho secreto, disputa física, mercado negro e placas tectonicas?

melhor idéia?!? ãhn? ãhn?

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

pronto, que fique registrado.

ROUBA ESSA, GROW.

3 Responses to “cérbero num pote”

  1. Mir Says:

    a disputa física será com lenços?

  2. Leandro CP Says:

    geniau.seu bl oh
    pasa la nomeu

  3. Douglas Dickel Says:

    Cara, eu gargalhei muito, até espremer caldinhos dos olhos. Desse post, do do padre, do do carro etc. Não pára.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: