Archive for October, 2008

October 29, 2008

acompanharei

Advertisements

October 27, 2008

bah, eu ia LACRIMEJAR de emocao se pudesse ouvir os jogos do gremio, aqui. bah duplo. muito muito mesmo. tomando uma guinness, dedlhando uma fender telecaster desplugada e cachimbando que nem um capitao haddock, me deliciando com o berreiro incontrolavel e ritmo alucinado da narracao esportiva gaucha (ao contrario da carioca, que parece estar sendo narrada de dentro de uma caverna de gelo gigante no tibet).

 

mas tanto a gaucha quanto a bandeirantes disponibilizam seu streaming via windows media player. sem outra opcao de formato.

 

 valeo, radios gauchas (e bandeirantes)

 

(nao tentei a guaiba, ainda, aquele bando de colorados)

 

(minuto-a-minuto nao se compara, obviamente. nenhuma graça)

 

(muito bom o disco dos little joy, mesmo)

October 26, 2008

guarana JESUS

 

o slogan, obviamente, eh abençoe sua sede.

 

morri, neh*?

 

(note to self – gravar projeto “bossa-nova com xingamentos desnecessarios”**)

 

* – fala do ultimo quadrinho de uma das 140 tirinhas que eu e meu amigo carcamano rabiscamos entre heinekens no 14bis, meses atras, varridos pelo entao recente fenomeno ces’t si bon.

 

** – ao menos em WAVE, se enfiados na metrica certa, ficam triafude.

October 26, 2008

marquei todos os emails do barack, da michelle e do joe biden como spams.

 

sifude. histericos.

 

fuck the swing voters from pennsilvania.

 

(brabo. descobri que minha guinness eh feita no CANADA)

October 25, 2008

intellectual morons, training ground for leftists, eu tb odeio lord of the rings, noam chomsky, humidity-ravaged piano, gibberish, diversity

October 23, 2008

rick moranis, around the 3rd minute.

VOTE FOR PEDRO

October 21, 2008

cara, se o BARACK OBAMA nao parar de me mandar 235 spams por dia (como ele tem tempo? imagino ele fumando e mandando emails pedindo doacoes e mobilizando eleitores. pobre diabo, vai ter um stroke, assim) eu juro que nao votarei mais nele. Esses dias a MULHER dele me mandou um email.

o McCain nunca escreve. sao dois extremos. ao menos um spamzinho do cara branco podia rolar, tb. seria simpatico. tipo um “eu sei que voce esta ai, e eh um swing voter, mas nao quero incomodar. com licenca”.

teria meu voto na hora.

(voces ai no brasil/australia/londres/seattle/cucamonga que tem facebook, nao recebem esse inferno de emails por dia tb? ou, hmmm, deve ter algo a ver com o fato de constar “brooklyn” no campo “city”. eh, faz sentido.

sim, eu sei que eu poderia simpesmente marcar como spam os emails da campanha e parar de receber, mas nao quero que me olhem feio. os idiotas daqui, quando abraçam uma causa qualquer, sao mais idiotas que os idiotas aos quais eu estou acostumado, tipo lula/02.

poderia ate se configurar como hate crime, marcar emails do BARACK como spam. nao o farei.

Mateus —

Right now, there’s a Barack supporter in a crucial battleground state who needs to hear from you about voting early.

In fact, there are quite a few.

Whether it’s a single working mother who doesn’t know she can vote by mail, or a factory worker who doesn’t know he can cast his Early Vote for change right away, your phone call right now could make all the difference.

Early voting is a crucial part of our strategy in this election. But time is running out.

Make a difference this weekend at a Last Call for Change event near you. Join fellow supporters and reach out to voters in battleground states. No experience is required, but please bring your cell phone. Staff will give you everything else you need to succeed.

sim cara, e, tipo, se a mae solteira, essa, que eu PRECISO chacoalhar pelos ombros e convencer a votar, decidir votar no McCain? free will, you know. no final das contas, eh ela que decide. 

 

ou isso:

Mateus —

I just finished the last debate before the election.

Now the outcome of this campaign is up to you. I need your help to get our message out — and to get out the vote.

I wouldn’t ask for your support if this campaign didn’t urgently need it.

Your donation of $5 or more today is essential to our unprecedented get out the vote operation in these final days.

 

cara, 5 pratas eh o preco de uma bandeja cheia de sushi no brooklyn natural, a uma pedrada aqui de casa. vao pedir dinheiro pra multinacionas, se comprometendo com os interesses delas quando forem eleitos, como todo mundo faz.

 

e muito constrangedor o tom de “eu, barack obama, acabei de debater com o McCain (nome de batata pre-frita) e estou, nesse instante, fumando e escrevendo esse email para VOCE, eleitor. can you spare TREE-FIFTY for my campaign?

 

nao, caralho, nao tenho tree-fiddy PRA CAMPANHA.

sites nos quais so se entra por engano

October 21, 2008

www.gmai.com

 

www.mazon.com

 

(sera que eles tem a estatistica de quantos % dos acessos sao typos?)

Eu iria, certo.

October 21, 2008

dos shows relevantes que eu nao posso perder

October 20, 2008

esse cara tem um nome muito, mas muito legal:

 

 

e esse outro, tipo, 100% pagode, tambem deve ser MIGHTY FUN.

 

das coisas irrelevantes das quais tenho saudades

October 20, 2008

das luzinhas do meu velho quarto

decoder da tv a cabo,
computador (3 ou 4 luzes diferentes, uma azul que era minha preferida)
caixas de som do computador (periferico, nao conta como “computador”)
tv, luz do stand-by.

(antes de operar a miopia, essas luzinhas eram pequenos borroes, depois viraram, realmente, luzinhas nitidas. nao sei o que eu preferia)

the harsh pain of wax in the back

October 15, 2008

hoje vou no show do sunn0))) com 2 franceses amigos-de-uma-amiga que tao aqui visitando e fazendo videos da CENA. Estou pronto para sangrar meus ouvidos meio que deitado nas arquibancadas confortaveis do mesanino, tomando red stripe lager moderadamente.

sera tri.

tony conrad parece bom, tambem.

em noticias relacionadas, espero comprar essa guitarra hoje, ainda.

depilar as costas custa quase 4 vezes mais aqui do que em poa.

 

jeez.

descontextualizando o correio eletronico

October 7, 2008

p.s. – nao apaguei a tripa.

kito, achei os CAVALINHOS de ny.
tem varios cavalinhos, btw. nao fui, ainda. nao irei nos cavalinhos sem o cainelli constrangendo as garconetes (porque a relacao deles nao ta legal, ela faz cara feia quando ele pede algo, e se eles querem prosperar, cada um a seu modo – o cainelli bebendo e a garconete vendendo a cerveja – eles vao ter que se acertar), ou sem o sandro me negando cigarros, mas o taiago me dando cigarros, e sem o kito dando as dicas que realmente importam, tipo nunca apostem no oito, o oito nunca ganha, ou o pyw reclamando que eu peguei a vez dele de apostar e por isso ele perdeu QUATRO pila, ou o renan aparecendo com uma camisa xadrez e nenhuma nocao das apostas, ou aquela janta barata e de qualidade para a familia brasileira.
agora falta achar um clube de poquer. ou alguns companheiros de abuso de alcool regado a poquer valendo algumas patacas.
o futebol eu ja achei. varios, alias. so nao cheguei perto deles ainda, mas sei aonde estao.
por sinal, eu e o pyw, aqui, fariamos uma bela disputa de gol a gol. reedicao do confronto no castilhos/2008. (campos de grama artificial de fut7 estao por tudo que eh lugar, aqui. a area eh redonda, e os laterais sao cobrados com as maos, mas fora isso, eh o futebol 7 do qual todos aprendemos a gostar)
saudades dos sitios. aqui nao tem sitios, so casas suburbanas, ate comecar alguma outra grande cidade. consequentemente, nao tem ovelhas. ou nao usam elas pra carne. tem pe de galinha e enguia por tudo que eh lugar, mas nao tem ovelha (eu culpo os chineses).
nosso time dos futebois de domingo (qualquer um dos dois que eram sempre escolhidos) seria campeao municipal amador com facilidade, a julgar pelos 5 ou 6 embates de futebol 7 que eu ja assisti por aqui.
wendy’s humilha QUALQUER outro fastfood.
serio. super serial. melhor hamburguer. tostado que nem um cadaver de acidente de drag racing. suculento que nem um bife do alfredo’s, num dos dias bons.
e, por fim, na plena conviccao de que esta troca de emails eh prova publica e notoria de meu pioneirismo na ideia, conclamo todos voces a formar um investment fund para que eu possa abrir uma imitacao do CAVANHA’S aqui em manhattan.
serio, quem entrasse nessa ia nadar em CORREGOS de verdugas pelo resto de sua vida natural.
ou ia se arrepender pra sempre, como quem compra uma kombi. mas ao menos teria uma historia para contar. *voz de velho* eu fui o pioneiro do xis gaucho em nova iorque, quando a gente ainda chamava nova iorque de nova iorque, e nao de destrocos do grande ataque nuclear russo de 2011, e o negocio so nao deu certo por causa dos malditos chineses.

serio, hear me now, believe me later.
xis com um monte de freedom fries/belgian fries em cima, como jesus gostaria que fosse. do tamando de uma calota de automovel, cheio de ervilha e milho, como o que um dia o castilhos nao quis pagar pra mim. safadeza.
sem maionese, claro.
ok, tenho que dormir. essa semana tem van gogh no MoMA e muitas confusoes, com esse maluco a solta na capital do mundo *flash de imagens minhas sentado sozinho no mcsorleys old alehouse com 4 canecos de cerveja na mesa, e apos, entra comercial de colgate*
*big wink*

“regrets are like chocolate”

October 6, 2008

 

…but we do get the thrill of just, you know, pointing. pointing at you, you are the player. good job. you’ve done a good job… and we love you. you are, you are special”

you’re making me unconfortable

October 1, 2008

la open mic night:

bom, primeiro, um pia tocando guitarra, sozinho e mal. (e uma sigla no cardapio, PBR. um cara chamou no TEASE porque eu perguntei, no balcao, o que diabos era PBR, que custava 2 dolares, tipo, “oh, shit, first, the stock market crash, and then this guy that doesnt know what is a PBR”.)

from where I come from, PBR doesnt mean shit, its just a bunch of letters
where do you came from?
floresta*.

(* – apud SANTOS, Sandro da Silva.)

depois um trio bacana que cantou dont let me down, a unica musica que eles sabiam.

mas o melhor de todos certamente foi um russo barbudo e branquelo tocando musicas russas no violao, d’ um jeito acelerado tal que soavam todas como MOUNTAIN GOATS, com aquele nervosismo e rapidez no tocar do violao e no cantar meio falado em cima. e a voz, que era igual.

foi trimassa, tive que congratula-lo, no final.

o resto: mais uns magrao com violao, *bocejo*, e no final, completely uncalled for, um MAGICO FRANCES apareceu do nada pra performar truques com cartas. serio, os truques com cartas mais sensacionais que eu ja vi. ele comecou com um grupo de pessoas que tava sentado na frente do NINTENDO, e nos, no outro canto, encostados no balcao tomando PBR, so ouviamos os OHs, e AHs, e NOFUCKINGWAY que vinham de la. pois bem, o mago das cartas acabou se aprochegando de nosso grupo, e a essa altura ja tinha bastante gente em volta para ver o porque diabos da gritaria. so posso dizer que o pequeno frances de preto freakouteou todo mundo em volta depois de 4 ou 5 truques, ao CUSPIR a carta escolhida (sem falar em quando ele fez a carta que tava na mao da guria ao meu lado, um seis de seilaoque – carta na qual minha mao estava em cima – virar uma bela dama vermelha.

serio, todo mundo transtornado gritando “burn the witch”, claramente desconfortaveis e maravilhados ao mesmo tempo, tudo que eu precisava pra escorregar pra fora dali e vir pra casa treinar uns grandaddy pra semana que vem.

 

dai eu acordei e vi que a minha cachaca tava toda derramada no chao, maldicao.

 

nao, serio. frances maluco. acabou com a noite. ate apagou o russian folk singer da minha lembranca. agora eu to transtornado, pensando em como ele fez pra enfiar aquela carta na boca com 15 pessoas em volta, olhando atentamente. filhodasputa.

(ah, apagou nada. soft asphalt, o nome do, ahn, projeto dele)

p.s. – meudeos, mountain goats no brooklyn em novembro.