Czechvar – nosso sonho nao vai terminar

 

p1120418-copy

o observador mais atento notara o prato de cheetos ao fundo da foto. minha doenca me impede de parar de comer essa maldição (por sinal, eles sao maiores aqui do que no brasil, mas continuam com o mesmo potencial de fazer sujeira). o screenplay de reservoir dogs tambem manda abrassos (r.o.).

a lager checoeslovaca, por sua vez, alardeia 700 anos de brewing tradition, mas nao passa de mediana. uma ampola de original no bar ao lado da casa de cultura em uma segunda-feira, começo de noite (aquele momento magico do lusco-fusco) me atrairia bem mais (alias, ate uma original tomada de PÉ na frente do ossip, aquele lixo*, me atrairia bem mais**).

em noticias nao relacionadas, to ouvindo claudinho e buchecha. muitas palavras afude por metro quadrado. “se o destino adjudicar...” de onde saiam essas coisas, por deus?!? quem eh esse gost-writer genial que compunha pra eles? coisas como hipocrisia e adjudicar, e 5 segundos depois o bochecha solta um “IMPRENSAO que o palco era de espuma” poesia e grosseria na mesma frase, in a grotesque manner. sem falar no seguinte trecho genial – fica melhor sendo ouvido do que lido, mas que aqui consta como simples referencia: 

…barata cidade de deus, moréu e a gamba, marechal urucrania iraja, osmorama, guadalupe, sangareia e pombal, vigario geral, rocinha e vidigal/ (#)coronel mutuapira, itaguai saci/ andarai iriri, salgueiro, catiri/ engenho novo, gramacho, meier e umarara/ e na alianca mineira, mangueira e a vintem/ a posse e madureira, nilopolis, xere-em/ ou em qualqueeeeer lugaaaar, em vou te admirar.

sem falar no fato de que o observador mais atento, sempre ele, percebe de cara a pedofilia latente na musica.

os seus cabelos cobriam os labios teus/ nao permitindo encontrar os meus/ e voce eh baixinha/ gatinha eu vou paraaar/ mas tudo isso porque eu me sinto coroão/ tu tens apenas metade da minha ilusao/ teus 12 (serio, DOZE!!! essa eh a parte que me choca, e me faz concluir que o pedofilo em questao tem 24 anos) aninhos permite-em, someeeeeente um olhar.

# – nessa parte fica genial, bochecha entra na displicencia estudada, muito mestre.

enfim, a cerveja é razoavel, mas apenas isso. acho que é a pior das lager tchecas que eu provei no ultimo bienio (nah, na vida).

 

* – nada contra o bar em si, tudo contra a chinelagem que se tornou aquele ponto, com 500 vagabundos de todas as etnias e intençoes praticamente fechando a republica para o transito, tomando cerveja de pe (e que o torna praticamente infrequentavel)

** – o fator SAUDADE tem grande parte de parcela nessa imprensao (reforma ortografica)

Tags:

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: